Publicado em Deixe um comentário

Sobre “Maquiavel Pedagogo” (1)

Um comentário sobre “Sobre “Maquiavel Pedagogo” (1)

  1. Oi,
    Rebeca e eu, nós estamos noivos. Também compartilhamos da mesma aversão por "isso que está aí". Nós vamos planejando nossos filhos, nossa futura família e já decidimos que vamos educa-los todos em nossa casa mesmo; ela e eu vamos nos revesar para fazer isso.
    Nosso desejo de legar para eles uma vida melhor (mais livre, com menos "ideologias S.A.") é tal que estamos investindo para construir um patrimônio na América do Norte e nos mudarmos para lá assim que possível.

    Adoramos o seu blog; nós o lemos assiduamente; desejamos tudo de bom para esse empreendimento e para sua adorável família.

  2. Olá, queridos Rebeca e "eu" ( 😉 )!
    Obrigada pelas palavras de incentivo e pelos bons desejos do coração de vocês. Precisamos disso!
    Achei muito bom o plano de vocês, seus filhos serão muito beneficiados, e vocês também, ao vê-los nascer e crescer em um contexto melhor e com um norte definido.
    Eu e meu marido, infelizmente, não tivemos nada disso, nenhuma orientação, nenhum apoio, só censuras e torcidas contrárias. Estamos, como diz o ditado típico gaúcho, "abrindo mato a facão", isto é, tendo que descobrir as coisas mais ou menos sozinhos. Mas, não fosse isso, e a bondosa mão de Deus a nos conduzir, talvez nem estivéssemos enfrentando o que temos enfrentado e, consequentemente, não estaríamos aqui, compartilhando a nossa vida com vocês. Por isso dou graças a Deus por tudo, a graça e o amor Dele são suficientes. =)
    Que Deus os abençoe e os conduza a cada passo para que vocês sejam exemplos encorajadores a outras famílias!
    Um abraço!

  3. Camila, lido!
    Comentários no nosso bate papo pois ainda me vejo ignorante sobre o assunto.

    A única observação que faço é boba e curiosa… Quando você diz "teoria da conspiração" você se refere ao filme do Mel Gibson e Julia Roberts?

    Caso não saiba, não tenha visto o filme, sem perder a graça adianto que era tudo verdade! 😉 ou seja, quando uso a expressão TC, não estou desacreditando, pelo contrário! Dou valor, muito valor porque possivelmente, independente de provas, é verdade.

    Bjo

    <3

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *