Publicado em Deixe um comentário

Paternidade: o chamado, o ofício e a cruz

Um comentário sobre “Paternidade: o chamado, o ofício e a cruz

  1. Maravilhoso, espero que meu marido leia e seja tocado.

  2. Eu preciso ler isso tudo todos os dias. Obrigado! 😀

  3. Lindo, não tenho outra palavra, lindo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *