Publicado em Deixe um comentário

O dia em que a família ficou em segundo lugar

Um comentário sobre “O dia em que a família ficou em segundo lugar

  1. Obrigado por nos manter informados.
    Houve alguma proposta ao final da reunião?

  2. Obrigado Família Abadie. Pedimos, todos os dias, para que Deus escancare as portas do HS no Brasil. Pediremos agora também por esta causa para que o procurador Hagemann possa, se enganado, ter retirada as vendas de seus olhos ou, se leviano for, um belo puxão de orelha até se retratar. 🙂

  3. Nada, Édison. Apenas uma tentativa de conversa com o procurador Hagemann sem garantia alguma de resultado nem prazo algum.

  4. Parabéns pelo esforço.
    Vossa coragem tem inspirado o grupo de apoio em e.d. que faço parte.
    Deus os fortaleça.

  5. Parabéns pelo esforço.
    Vossa coragem tem inspirado o grupo de apoio em e.d. que faço parte.
    Deus os fortaleça.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *