Publicado em Deixe um comentário

Deus, maternidade e os lobos em notas soltas

Um comentário sobre “Deus, maternidade e os lobos em notas soltas

  1. Difícil dizer o quão maravilhoso é ler estas palavras! 🙂

  2. Parabéns Camila! Me emocionei muito com um vídeo teu sobre homeschooling na confraria de artes liberais. A tentação de colocar a carreira profissional e acadêmica acima de tudo é grande! Mas conhecer mulheres como você me inspira a retornar, dia após dia, ao propósito eterno do meu Criador. Deus os abençoe!

  3. Camila desde ontem estou passeando pelo seu blog e admirada e inspirada por tudo que tens escrito. Sou católica, mãe de 4 filhos lindos enviados por Deus. Suas palavras caíram como acalento em meu coração, pois, hoje mesmo em uma recaída estava pensando se não deveria voltar ao trabalho, pois, fazem 3 anos que abri mãe dele para ser mãe em tempo integral. Obrigada por dividir conosco sua linda jornada nesse mundo. Que Deus os abençoe.

  4. EXCELENTE TEXTO!
    Embora o mundo não nos compreenda, ter filhos é ter a honra participar, "ainda que de modo pequeno e imperfeito" da criação. Muito obrigado pelas tuas palavras que conseguem traduzir o que pensam aqueles que ainda acreditam na importância da família numerosa, se for a vontade de Deus.
    Este texto me fez lembrar as palavras de S. Josemaria Escrivá:
    "Medo aos filhos? Não! Deveis ter muito amor de Deus, e muito agradecimento quando Ele vos manda essas criaturas. Tantas vezes quantas venha uma criança à vossa família, outras tantas há uma prova de confiança do Senhor. (…) Meus filhos que estais unidos pelo Sacramento do Matrimônio, querei-vos de verdade, com todas as suas consequências; estais tranquilos, serenos, dispostos a todos os sacrifícios, que além disso se converterão em alegrias, porque não vos faltará ajuda do Senhor para levar para frente a vossa família.”
    Participar da criação é "prova de confiança do Senhor". Que saibamos honrar esta confiança firmes na fé de que não nos faltará auxílio do céu para guiarmos nossas famílias.
    Mais uma vez, parabéns pelo belo e oportuno texto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *